Notícias
Assintecal levará 10 empresas brasileiras à Coréia do Sul

Entre os dias 19 a 27 de setembro, a Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal), por meio do Projeto Setorial Footwear Components By Brasil (FCBB), realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investmentos (Apex- Brasil), e em parceria com o SEBRAE  realizará uma missão empresarial à Coreia do Sul. A ação levará 10 empresários do setor para conhecer centros de tecnologia e empresas de calçados, como os polos de Seoul e Busan, onde poderão intensificar alternativas para incremento de inovação na indústria calçadista nacional.

“As missões comerciais são uma oportunidade interessante para ter contato com tecnologias de ponta e ampliar o conhecimento sobre determinados mercados”, destaca o presidente da Assintecal, Marcelo Nicolau.

Atualmente, muitos dos materiais inovadores em uso pela indústria global são derivados dos laboratórios coreanos. Isso faz da Coréia um dos principais centros de inovação da indústria para calçados. Grandes marcas de calçados possuem unidades de desenvolvimento de tecnologia nesse país da Ásia.

No período do pós-guerra a Coréia do Sul era conhecida como um polo calçadista focado em produtos de menor valor agregado. Contudo, lentamente o país passou a orquestrar um movimento setorial com foco no desenvolvimento de componentes inovadores para a produção de calçados. O referido movimento resultou na estruturação de importantes parques industriais na área química. Laboratórios e centros de pesquisa de destaque em nível mundial foram criados para dar suporte a tal movimento.

Sobre a Assintecal

A Associação Brasileira das Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos (Assintecal) conta com três décadas de atuação constante em prol do setor, agindo diretamente na defesa de seus interesses através de várias frentes.  Seu trabalho é reconhecido pela força no diálogo com todas as esferas de governo, pela consolidação do mercado internacional e pela disseminação do conteúdo de moda, que inclui o desenvolvimento de produtos. A entidade conta com cerca de 330 associados, mas responde por um setor que congrega 2.785 empresas. A associação está sediada em Novo Hamburgo (RS), centro do polo considerado o maior cluster calçadista do mundo, e conta com escritórios regionais em São João Batista (SC), Nova Serrana (MG), São Paulo (SP), Birigui (SP), Franca (SP) e Jau (SP). Em 2012, o setor de componentes exportou US$ 1,09 bilhão para 175 países, e a meta para 2013 é atingir US$ 1,36 bilhão em exportações.

Fonte: Portal Textília.net

Publicado em 19/09/2014